Apoio Domiciliário (S.A.D)

Criado em 1985, pelo Provedor, Sr. Engº Joaquim Lima Pereira, é um apoio global destinado a pessoas que se encontrem em situação de dependência, no seu domicilio. São prestados serviços de cuidados de higiene e conforto, alimentação, higiene habitacional e tratamento de roupas, num universo que abrange 85 utentes.

No seguimento do aumento da esperança média de vida em Portugal, e da inversão da pirâmide etária, o número de inscrições na resposta social Serviço de Apoio Domiciliário, tem vindo a aumentar de ano para ano.
O aumento da percentagem de idosos vulneráveis, o crescimento significativo de pessoas cada vez mais jovens em situação de dependência, e o número restrito de familiares que possam assegurar os cuidados necessários, levam à crescente procura do Serviço de Apoio Domiciliário, o que torna a sua capacidade atual, bastante reduzida, face às solicitações.

Além dos serviços de apoio às atividades básicas da vida diária (higiene pessoal, higiene habitacional, tratamento de roupas, distribuição da refeição), o Serviço de Apoio Domiciliário procura adequar a sua intervenção aos reais problemas da população que acolhe.
Deste modo é também garantido o transporte para consultas e realização de exames, a utentes sem apoio familiar e/ou dependência física, empréstimo de ajudas técnicas (camas articuladas, cadeirões, cadeiras de rodas), acompanhamento psicossocial, serviço de teleassistencia e articulação com os serviços da comunidade (Segurança Social, hospitais, centros de saúde).

A par do aumento dos pedidos para integração nesta resposta social, para apoio nas necessidades básicas da vida diária, foram surgindo também um conjunto de serviços de apoio ao utente, atendendo que cada vez mais se verifica a existência de idosos a viver sozinhos, sem qualquer retaguarda familiar, cuja satisfação das necessidades biopsicossociais fica, assim, comprometida. Deste modo, a Instituição apoia os utentes na aquisição de bens e serviços, no pagamento de mensalidades, e no acompanhamento do utente ao Serviço de Urgência, quando se verifica a necessidade de recorrer a esse serviço.

© 2016 Santa Casa da Misericórdia da Póvoa do Varzim